Ah! Os Relógios (com vídeo)

Ah! Os Relógios

Amigos, não consultem os relógios
quando um dia eu me for de vossas vidas
em seus fúteis problemas tão perdidas
que até parecem mais uns necrológios…

Porque o tempo é uma invenção da morte:
não o conhece a vida – a verdadeira -
em que basta um momento de poesia
para nos dar a eternidade inteira.

Inteira, sim, porque essa vida eterna
somente por si mesma é dividida:
não cabe, a cada qual, uma porção.

E os anjos entreolham-se espantados
quando alguém – ao voltar a si da vida -
acaso lhes indaga que horas são…

Mario Quintana )
(poema do livro A Cor do Invisível. 2a. edição. São Paulo: Globo, 2005. p.96.)

Ah! Os Relógios – vídeo


Gostou deste site? Ajude a mantê-lo no ar: Contribua.

Leia também:

Não perca nenhum post deste blog recebendo por e-mail:
Cadastre-se aqui gratuitamente.

Também divulgamos poemas sem erros nas redes sociais, junte-se a outros amantes da poesia:
Facebook | Twitter | Google+ | |

Fabio Rocha

facebooktwittergoogle pluslinkedin

Poeta nascido no Rio de Janeiro em 1976. Considerado um dos poetas brasileiros mais representativos da década de 2000, é autor de vários livros publicados gratuitamente em seu blog, cujos melhores poemas foram reunidos em Corte (Ibis Libris, 2004) e rio raso (Patuá, 2014). Mantém o bem sucedido site “A Magia da Poesia”, onde divulga a obra de grandes poetas. Seus poemas já foram selecionados para livros escolares, traduzidos para o russo, publicados em diversas revistas literárias, bem como na antologia Roteiro da Poesia Brasileira (Global, 2009). (saiba +)


27 Respostas

  1. Lucia Helena

    A poesia de Quintana tem algo de muito invejável para a maioria dos poetas que é conseguir uma empatia quase imediata com seus leitores. E isso sem perder o nível de exigência em termos de recursos poéticos, que em diversos momentos são muitíssimos elaborados, sem deixar o humor e a leveza diluírem nas questões mais profundas.
    Difícil definir a poesia deste grande poeta, mas com a qual me identifico a cada nova leitura.
    Momentos únicos de muita beleza só em…”A Magia Da Poesia”
    Parabéns poeta Fábio!
    Abraço.

  2. sandra sila

    Maravilha, amei o vídeo, bjs. Sisoyyo.

  3. Poesia é magia, é deixar os pensamentos soltos e transferir pro papel.Deixar a mente livre…

  4. Janete Ferry

    poetar, diríamos nós, se a cada sentir pudèssemos transformar o que ocorre em nossas veias e as palavras que se agitam ao toque da visão noturna do pensar.e Mário Quintana faz da poesia a expressão maior do ser.

  5. José Henrique de Freitas

    Apenas uma observação: no último verso da primeira estrofe, acima, há uma pequena incorreção: “necrológicos”. Na poesia de Quintana o correto é “necrológios”.

  6. Sávio Ramos

    Poesia é algo que me emociona muito. Mário Quintana sabe fazer isso comigo.

  7. [...] http://www.poesiaspoemaseversos.com.br/ah-os-relogios/ Share this:FacebookGostar disso:GostoSeja o primeiro a gostar disso post. 09 mai This entry was published on 9 de maio de 2012 at 4:15 and is filed under Sem categoria. Bookmark the permalink. Follow any comments here with the RSS feed for this post. [...]

  8. Ah! Os Relógios – Mario Quintana (com vídeo) http://t.co/mQOWSTiz via @fabiorochapoeta

  9. Murilo (@MuriloGiova)

    RT @fabiorochapoeta: Ah, os relógios – poema de Mario Quintana, lido por Rebeca dos Anjos:
    http://t.co/Cnmcx3AE

  10. Ah! Os Relógios – Mario Quintana (com vídeo) http://t.co/5fSSzmU4 via @fabiorochapoeta

  11. Ah! Os Relógios – Mario Quintana (com vídeo) http://t.co/u05EHPm2 via @fabiorochapoeta

  12. Ah! Os Relógios – Mario Quintana (com vídeo): Ah! Os Relógios – Mario Quintana Amigos, não… http://t.co/Xr4T79is

  13. Lucas Nascimento

    É uma sentimento inesplicavel quando si ler um belo poema

  14. Lucas Nascimento

    É uma sentimento inesplicavel quando si ler um belo poema

  15. A Magia da Poesia me acompanha desde a mais remota infância…

  16. Espero que a bibliografia do Quintaneando e outros gerúndios esteja te ajudando bastante na "reconstrução" do seu site. Sei que a fonte é séria e muito confiável. Felicidades!

  17. [...] sobre a vida selecionados de grandes poetas:De Mario QuintanaDe LeminskiDe DrummondLeia outros grandes poemas de grandes [...]

  18. vivendo e aprendendo: “…o tempo é uma invenção da morte… “

  19. Ah! Os Relógios – Mario Quintana: Ah! Os Relógios – Mario Quintana Amigos, não consultem os… http://t.co/bKKs6B4M

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>