Nós Os Estelares – Mario Quintana

Nós Os Estelares

Esses que vivem religiosamente se embasbacando ante o espetáculo das inatingíveis estrelas – nunca lhes terá ocorrido acaso que também fazem parte da Via-Láctea?

Mario Quintana )
(Poema publicado originalmente no livro Caderno H, conferido por mim mesmo e retirado do livro Poesia Completa – Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2005, p. 309) 

estrelas

Leia mais Mario Quintana


Gostou deste site? Ajude a mantê-lo no ar: Contribua.

Leia também:

Não perca nenhum post deste blog recebendo por e-mail:
Cadastre-se aqui gratuitamente.

Também divulgamos poemas sem erros nas redes sociais, junte-se a outros amantes da poesia:
Facebook | Twitter | Google+ | |

Fabio Rocha

facebooktwittergoogle pluslinkedin

Poeta nascido no Rio de Janeiro em 1976. Considerado um dos poetas brasileiros mais representativos da década de 2000, é autor de vários livros publicados gratuitamente em seu blog, cujos melhores poemas foram reunidos em Corte (Ibis Libris, 2004) e rio raso (Patuá, 2014). Mantém o bem sucedido site “A Magia da Poesia”, onde divulga a obra de grandes poetas. Seus poemas já foram selecionados para livros escolares, traduzidos para o russo, publicados em diversas revistas literárias, bem como na antologia Roteiro da Poesia Brasileira (Global, 2009). (saiba +)


8 Respostas

  1. Lúcia Helena

    Esses que vivem religiosamente se embasbacando ante o espetáculo das inatingíveis estrelas….Vivem também se embasbacando com os belos poemas de Mario Quintana.
    Ele, sim,certamente, é uma estrela que faz parte da Via-Láctea!
    Obrigada,poeta Fábio,pelas belíssimas poesias!!!

  2. Bel Balieiro

    Nina disse o que eu sinto. Também adoro abrir meus emails e encontrar suas mensagens. Obrigada!

  3. As estrelas são sempre inatingíveis.
    As estrelas iluminam as noites dos deserdados.

  4. Aqui poemas sem erros ou falsas autorias. ツ NÓS OS ESTELARES – Mario Quintana http://t.co/a1OHHDpA

  5. NÓS OS ESTELARES – Mario Quintana http://t.co/9UD5wjke via @fabiorochapoeta

  6. Eleazer Souza

    me encontro nos ares nos gélidos ares onde brilham as estrelas

  7. Querido Mario, o poeta se embasbaca vendo as estrelas, simplesmente por elas serem as estrelas, esteja ele fazendo parte ou não delas.

  8. Adoro quando acesso minha caixa postal e encontro as belas poesias.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>