o fim

o fim

“O corpo é a grande razão.” – Nietzsche

é preciso deixar
a nona sinfonia
acabar

mesmo sendo linda
mesmo sendo única…

quando finda o som
é preciso silenciar
arda o quanto doer

é preciso semear agora
para colher
boas lembranças

e para não temer a música

o fim

( poema de fim de namoro, separação, fim de relacionamento )


Gostou deste site? Ajude a mantê-lo no ar: Contribua.

Leia também:

Não perca nenhum post deste blog recebendo por e-mail:
Cadastre-se aqui gratuitamente.

Também divulgamos poemas sem erros nas redes sociais, junte-se a outros amantes da poesia:
Facebook | Twitter | Google+ | |

Fabio Rocha

facebooktwittergoogle pluslinkedin

Poeta nascido no Rio de Janeiro em 1976. Considerado um dos poetas brasileiros mais representativos da década de 2000, é autor de vários livros publicados gratuitamente em seu blog, cujos melhores poemas foram reunidos em Corte (Ibis Libris, 2004) e rio raso (Patuá, 2014). Mantém o bem sucedido site “A Magia da Poesia”, onde divulga a obra de grandes poetas. Seus poemas já foram selecionados para livros escolares, traduzidos para o russo, publicados em diversas revistas literárias, bem como na antologia Roteiro da Poesia Brasileira (Global, 2009). (saiba +)


2 Respostas

  1. Shirley Lacerda

    linda, historia.. de amor pois a minhã se acabou muito triste esta o meu coração nessa solidão… eu não tenho mais palavras

  2. fabiorochapoeta (@fabiorochapoeta)

    o fim: o fim “O corpo é a grande razão.” – Nietzsche é preciso deixar a nona sinfonia acabar… http://t.co/tuKrdR3s

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>