Facebook Twitter Gplus YouTube RSS

Paulo Leminski

amopoesia.com.br

Paulo Leminski – Poemas
Poesia pequena enorme:

Incenso fosse música

isso de querer ser
exatamente aquilo
que a gente é
ainda vai
nos levar além

Paulo Leminski )

Abrindo um antigo caderno
foi que eu descobri:
Antigamente eu era eterno.

( Paulo Leminski )

paulo-leminski

*

Tarde de vento.
Até as árvores
querem vir para dentro.

( Paulo Leminski )

*

rio do mistério
que seria de mim
se me levassem a sério?

Paulo Leminski )

*

a palmeira estremece
palmas pra ela
que ela merece

Paulo Leminski )

*

Se

se
nem
for
terra
se
trans
for
mar

( Paulo Leminski )

*

A noite me pinga
uma estrela no olho
e passa.

( Paulo Leminski )

*

Amor bastante

quando eu vi você
tive uma idéia brilhante
foi como se eu olhasse
de dentro de um diamante
e meu olho ganhasse
mil faces num só instante

basta um instante
e você tem amor bastante

( Paulo Leminski )

amor-bastante

*

um bom poema
leva anos
cinco jogando bola,
mais cinco estudando sânscrito,
seis carregando pedra,
nove namorando a vizinha,
sete levando porrada,
quatro andando sozinho,
três mudando de cidade,
dez trocando de assunto,
uma eternidade, eu e você,
caminhando junto

( Paulo Leminski )

*

Parada cardíaca

Essa minha secura
essa falta de sentimento
não tem ninguém que segure,
vem de dentro.

Vem da zona escura
donde vem o que sinto.
Sinto muito,
sentir é muito lento.

( Paulo Leminski )

paulo-leminski-rosto

*

Atraso Pontual

Ontens e hojes, amores e ódio,
adianta consultar o relógio?
Nada poderia ter sido feito,
a não ser o tempo em que foi lógico.
Ninguém nunca chegou atrasado.
Bençãos e desgraças
vem sempre no horário.
Tudo o mais é plágio.
Acaso é este encontro
entre tempo e espaço
mais do que um sonho que eu conto
ou mais um poema que faço?

( Paulo Leminski )

*

Desencontrários

Mandei a palavra rimar,
ela não me obedeceu.
Falou em mar, em céu, em rosa,
em grego, em silêncio, em prosa.
Parecia fora de si,
a sílaba silenciosa.

Mandei a frase sonhar,
e ela se foi num labirinto.
Fazer poesia, eu sinto, apenas isso.
Dar ordens a um exército,
para conquistar um império extinto.

( Paulo Leminski )

*

Razão de Ser

Escrevo. E pronto.
Escrevo porque preciso,
preciso porque estou tonto.
Ninguém tem nada com isso.
Escrevo porque amanhece,
E as estrelas lá no céu
Lembram letras no papel,
Quando o poema me anoitece.
A aranha tece teias.
O peixe beija e morde o que vê.
Eu escrevo apenas.
Tem que ter por quê?

( Paulo Leminski )

*

Amor, então,
também, acaba?
Não, que eu saiba.
O que eu sei
é que se transforma
numa matéria-prima
que a vida se encarrega
de transformar em raiva.
Ou em rima.

( Paulo Leminski )

*

não discuto
com o destino

o que pintar
eu assino

( Paulo Leminski )

*

pelos caminhos que ando
um dia vai ser
só não sei quando

( Paulo Leminski )

*

noite alta lua baixa
pergunte ao sapo
o que ele coaxa

( Paulo Leminski )

*

Inverno
É tudo o que sinto
Viver
É sucinto

( Paulo Leminski )

*

tudo claro
ainda não era o dia
era apenas o raio

( Paulo Leminski )

*

Sem Budismo

Poema que é bom
acaba zero a zero.
Acaba com.
Não como eu quero.
Começa sem.
Com, digamos, certo verso,
veneno de letra,
bolero. Ou menos.
Tira daqui, bota dali,
um lugar, não caminho.
Prossegue de si.
Seguro morreu de velho,
e sozinho.

( Paulo Leminski )

*

essa idéia
ninguém me tira
matéria é mentira

( Paulo Leminski )

*

não fosse isso
e era menos
não fosse tanto
e era quase

( Paulo Leminski )

*

amei em cheio
meio amei-o
meio não amei-o

( Paulo Leminski )

*

moinho de versos
movido a vento
em noites de boemia

vai vir o dia
quando tudo que eu diga
seja poesia

( Paulo Leminski )

*

vazio agudo
ando meio
cheio de tudo

( Paulo Leminski )

*

o barro
toma a forma
que você quiser

você nem sabe
estar fazendo apenas
o que o barro quer

( Paulo Leminski )

*

Marginal é quem escreve à margem,
deixando branca a página
para que a paisagem passe
e deixe tudo claro à sua passagem.

Marginal, escrever na entrelinha,
sem nunca saber direito
quem veio primeiro,
o ovo ou a galinha.

( Paulo Leminski )

*

Arte do Chá

ainda ontem
convidei um amigo
para ficar em silêncio
comigo

ele veio
meio a esmo
praticamente não disse nada
e ficou por isso mesmo

( Paulo Leminski )

*

Acordei bemol
Tudo estava sustenido

Sol fazia
Só não fazia sentido

( Paulo Leminski )

*

amar é um elo
entre o azul
e o amarelo

( Paulo Leminski )

*

dia sem senso
acendo o cigarro
no incenso

( Paulo Leminski )

*

você está tão longe
que às vezes penso
que nem existo

nem fale em amor
que amor é isto

( Paulo Leminski )

*

atrasos do acaso
cuidados
que não quero mais

o que era pra vir
veio tarde
e essa tarde não sabe
do que o acaso é capaz

( Paulo Leminski )

Conheça também:
Paulo Leminski – Wikipedia

(Seleção de Fabio Rocha)

Voltar para o índice de poetas consagrados, com poemas sem erros ou falsas autorias de grandes poetas

amopoesia.com.br

65 Respostas

  1. Carla

    Adorei seus poemas lindos

  2. alexandra mikaely

    adorei =D

  3. mau de freitas

    Leminski salvou minha vida.
    Hoje, verso livre.

  4. Ótima seleção. Só senti falta do "Bem no fundo"…

  5. Curto muito A Magia da Poesia no Facebook. Adoro Poesia inclusive a primeira que fiz lançei agora no Blog Atalho de MiguelzinhodeBras que me pertence e outros versos e rimas que já coloquei neste jornal (Blog).
    Outra coisa eu não faço
    É só poesia
    Quero conhece-los um dia
    Agora receba meu grande abraço!
    Miguelzinho de Brás.

  6. tony

    nossa “meu” muito bakanah gostei pra valer
    sério mto legal!!

  7. Mocatti

    Poesia? Onde?

    Os versos na rua
    Datilografados no vento
    E como testemunha a lua
    E como réu o céu cinzento!

    /Eis que um dia verão
    Poesia no inverno/

  8. Rebeca Coelho

    meu trabalho vai ficar ótimo graças a esse poemas

  9. Rebeca Coelho

    demais amei todos

  10. Izabel Cristina

    Adorei todas!!

  11. gosto muito das poesias de Paulo Leminski

  12. Brígida Vicente

    Leminski eterno!

  13. brenda soares ferreira

    É MUITO DA HORA KKKKKKKKKKK DIVERTIDO

  14. Adorei, relembrar lemink é relembrar minha adolescencia, não que tenha me distanciado da poesia, mas havia me esquecido desse grande poeta. Parabéns.

  15. Bonita seleção de poemas do Leminski. Parabéns!

  16. Tâniamara Rodriguesdelima

    "A noite- enorme tudo dorme menos teu nome" Maravilhoso! Um mágico da palavra.

  17. Tâniamara Rodriguesdelima

    "A noite-enorme, tudo dorme..menos teu nome"Maravilhoso! Um mágico da palavra.

  18. A maior parte dos poemas de Leminski ele escreveu não havia internet, e nem tão pouco facebook, mas surpreendentemente o formato de sua poesia cabe muito bem nesse formato. Minimalista e sucinto.

  19. Karina Cardoso

    Consegue descrever muito em tão poucas palavras.

  20. Adorei. Paulo Leminski é simplismente sensácional!

  21. [...] duas vezes já cometo duas três quatro cinco seis até esse erro aprender que só o erro tem vez( Paulo Leminski )Leia mais Paulo [...]

  22. rio do mistério | A Magia da Poesia

    [...] on 13 de junho de 2012 by Fabio Rochario do mistério que seria de mim se me levassem a sério?( Paulo Leminski )Leia mais Paulo [...]

  23. Incenso fosse música | A Magia da Poesia

    [...] fosse músicaisso de querer ser exatamente aquilo que a gente é ainda vai nos levar além( Paulo Leminski )Leia mais Paulo [...]

  24. bruna oliveira dos santos

    adorei demais!!

  25. Maria Cristina Gorgueira

    pra mim é o azul rsss

  26. O verde é a cor mais linda que existe. O verde que vestes.O verde que vestistes.

  27. Maria augusta nascimento

    Demais,demais,demais…Precisa dizer mais?

  28. [...] ( Paulo Leminski ) Share this:TwitterGostar disso:GostoSeja o primeiro a gostar disso post. CategoriasDomingos – Crônicas Comentários (0) Trackbacks (0) Deixe um comentário Trackback [...]

  29. Katia Aragão

    Todas as vezes que “venho” aqui, sempre que saio sinto que vou acompanhada,
    e tão plena de luz.
    Muito obrigada.

  30. [...] tantas normas do haicai. É considerado o modo brasileiro de fazer tercetos (poemas de 3 linhas). Leminski fez muitos poemas desse tipo. Alguns autores dizem que o poetrix deve ter no máximo 30 sílabas [...]

  31. João

    A poesia do Leminski tem duas grandes vantagens: são curtas e não são nem muito simples e nem muito herméticas. Eis um dos poucos poetas que vale a pena ler.

  32. [...] de Paulo Leminski. Este haikai está escrito inteiramente em minúsculas, e não tem [...]

  33. [...] março de 2012 por Fabio Rochavelha lagoa o sapo salta o som da água(Matsuo Bashô)(Tradução de Paulo Leminski. Este haikai está escrito inteiramente em minúsculas, e não tem pontuação).OBS.: OSHO traduziu [...]

  34. Há dois poetas que amo de paixão. Um 'Mário Quintana o outro é Paulo Leminski

  35. muito bom!!! a expressão, do sentimento, mais profundo do ser humano!!bravo!!!

  36. Caio De Matos Vital

    muito bom"
    Perfeito.

  37. betinho

    fabuloso pena que durou tão pouco dentro do muito que fez

  38. Elizabeth Zimpeck

    cometa sempre esta absurda alquimia em transformar dor (a minha) em ansia por poesia…

  39. Leminsk sempre vale a pena. Parabéns pela escolha dos poemas. Beijo

  40. [...] vida é uma viagem – Paulo Leminskiesta vida é uma viagem pena eu estar só de passagem( Paulo Leminski )Leia mais LeminskiTweetgoogle.load('orkut.share','1');google.setOnLoadCallback(function(){new [...]

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Home Paulo Leminski