Poesia Sufi

Poesia Sufi – Poemas Sufis

É a poética dos adeptos do sufismo, uma filosofia de autoconhecimento mística e contemplativa muito seguida por Islâmicos, porém sem se restringir a uma religião específica. Na verdade, em muitos locais e em diferentes momentos, foi considerada ilegal e perseguida por escolas de jurisprudência islâmica. Para saber mais sobre sufismo, veja a Wikipedia. Os sufistas tentam manter um contato direto e contínuo com Deus (ou com o sagrado). Também tendem a não se apegar a tradições cegamente, ou a bens terrenos, o que lembra um pouco o epicurismo. Há muita semelhança com algumas teorias de Osho e também do Budismo.

yunus emre

Seguem alguns poemas sufis selecionados da poesia sufi:

*

Um dia, o sol admitiu:
Sou apenas uma sombra,
quisera poder mostrar-te a infinita incandescência
que lançou minha imagem brilhante.
Quisera poder mostrar-te, quando você se sentir só ou na escuridão,
a surpreendente luz do seu próprio ser.

(Hafiz)

*

Os olhos do sol estão pintando campos novamente.
Suas chicotadas com golpes precisos são arrebatadoras através da terra.
Uma grande paleta de luz abraçou esta terra.
Hafiz, se apenas um pouco argila e água
Misturados na tigela Dele
Pode produzir tais requintados aromas, vistas,
Músicas e formas rodopiantes.
Que maravilhas indizíveis devem aguardar com
O começo da revelação do infinito número de pétalas que é a alma.
Que emoção irá renovar o seu corpo
Quando todos começarmos a ver
Que o coração Dele reside em Tudo?
Deus tem uma raiz em cada ato e criatura das quais
Ele extrai sua misteriosa vida Divina.
Os olhos Dele estão pintando campos novamente.
O amado com Suas próprias mãos está cuidando,
Emergindo como uma criança preciosa, Ele mesmo em você.

(Hafiz)

*

Vós que saístes a peregrinar!
Voltai, voltai, que o Amado não partiu!

O Amado é vosso vizinho de porta,
por que vagar no deserto da Arábia?

Olhai o rosto sem rosto do Amado,
peregrinos sereis, casa e Kaaba.

De casa em casa buscastes resposta.
Mas não ousastes subir ao telhado.

Onde as flores, se vistes o jardim?
A pérola, além do mar de Deus?

Que descobristes em vossa fadiga?
O véu apenas, mas vós sois o véu.

Se desejais chegar à casa da alma,
buscai no espelho o rosto mais singelo.

(Rumi)

*

1. Me armei de paciência, mas poderá meu coração renunciar meu coração?
2. Na proximidade e na distância Teu espírito se mesclou com meu espírito.
3. E eu sou Tu como Tu és minha essência e meu desejo.

(Al Hallaj)

*

Testemunhamos o corpo

Adentramos a casa da realização, testemunhamos o corpo.
Os céus girando, a terra com muitas camadas,
os 70 mil véus, encontramos no corpo.
A noite e o dia, os planetas, as palavras inscritas nas Tábuas Sagradas,
o monte que Moisés subiu, o Templo, e a trombeta de Rafael, nós observamos no corpo.
Tora, Salmos, Evangelho, Alcorão – o que estes livros têm a dizer, nós encontramos no corpo.
Todos dizem que estas palavras de Yunus são verdadeiras.
A verdade está aonde você quiser.
Nós encontramos tudo dentro do corpo.

(Yunus Emre)

Leia mais poemas de grandes poetas


Gostou deste site? Ajude a mantê-lo no ar: Contribua.

Leia também:

Não perca nenhum post deste blog recebendo por e-mail:
Cadastre-se aqui gratuitamente.

Também divulgamos poemas sem erros nas redes sociais, junte-se a outros amantes da poesia:
Facebook | Twitter | Google+ | |

Fabio Rocha

facebooktwittergoogle pluslinkedin

Poeta nascido no Rio de Janeiro em 1976. Considerado um dos poetas brasileiros mais representativos da década de 2000, é autor de vários livros publicados gratuitamente em seu blog, cujos melhores poemas foram reunidos em Corte (Ibis Libris, 2004) e rio raso (Patuá, 2014). Mantém o bem sucedido site “A Magia da Poesia”, onde divulga a obra de grandes poetas. Seus poemas já foram selecionados para livros escolares, traduzidos para o russo, publicados em diversas revistas literárias, bem como na antologia Roteiro da Poesia Brasileira (Global, 2009). (saiba +)


15 Respostas

  1. Faz tempo que não passava por aqui, minhas atualizações por e-mai tinham desaparecido! (?) Cuto muito seu site. Bjs

  2. Ricardo Alfaya

    Belos os poemas. Gostei muito.

  3. Sufi… Bastante oportuno este seu site. Abraço, Amália Grimaldi

  4. Adamastor Rocha

    parabéns Fábio Rocha. Parabéns pela grande iniciativa.

  5. Suleiman Rhajji Nassur

    Masha Allah

  6. (@fabiorochapoeta) (@fabiorochapoeta)

    Poesia Sufi http://t.co/7kaey1Tq via @fabiorochapoeta

  7. marcia alvares

    É profunda e sublime. Chega aos corações como uma mensagem de Deus.
    Estou maravilhada com a simplicidade e com a maturidade das colocações.
    Muito Obrigado por compartilhar.

  8. [...] Sou apenas uma sombra, quisera poder mostrar-te a infinita incandescência que lançou minha imagem brilhante. Quisera poder mostrar-te,quando você se sentir só ou na escuridão, a surpreendente [...]

  9. marcia alvares

    É maravilhoso compartilhar com mentes brilhantes que não se calam, e nos levam
    a refletir até mesmo a um auto-conhecimento. Muito Obrigado!

  10. Leda Maria

    AMO Jalal ud-Din RUMI!!!
    Tenho todos os livros (traduzidos) dele: leio, releio e cada vez ele me apaixona mais.
    Ele foi o fundador da Ordem Mevlevi, cujos membros são conhecidos como os Dervixes Girantes ( uma dança, que é uma forma de meditação e êxtase). RUMI viveu no início do século XIII e até hoje seus seguidores mantém a sua Ordem viva.

    “Vem, te direi em segredo aonde leva essa dança.
    Vê como as partículas do ar e os grãos de areia do deserto giram desnorteados.
    Cada átomo feliz ou miserável, gira apaixonado em torno do sol”.

  11. Poesia Sufi: Poesia Sufi É a poética dos adeptos do sufismo, uma filosofia de… http://t.co/Z6QRMho3

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>