Rima LIX

RIMA LIX

Eu sei qual é o objeto
de teus suspiros;
eu conheço a causa de tua doce
secreta languidez.

Tu ris?… Algum dia
saberás, menina, por que.
Tu suspeitas,
e eu sei.

Eu sei quando tu sonhas,
e o que vês nos sonhos;
como em um livro, posso ler
o que calas.

Tu ris?… Algum dia
saberás, menina, por que.
Tu suspeitas,
e eu sei.

Eu sei por que sorris
e choras ao mesmo tempo;
eu penetro nos vãos misteriosos
da tua alma de mulher.

Tu ris?… Algum dia
saberás, menina, por que;.
enquanto tu sentes demais e nada sabes,
eu, que já não sinto, tudo sei.

(Gustavo Adolfo Bécquer - tradução livre de Fabio Rocha)

*

RIMA LIX

Yo sé cuál el objeto
de tus suspiros es;
yo conozco la causa de tu dulce
secreta languidez.

¿Te ríes?… Algún día
sabrás, niña, por qué.
Tú acaso lo sospechas,
y yo lo sé.

Yo sé cuándo tú sueñas,
y lo que en sueños ves;
como en un libro, puedo lo que callas
en tu frente leer.

¿Te ríes?… Algún día
sabrás, niña, por qué.
Tú acaso lo sospechas,
y yo lo sé.

Yo sé por qué sonríes
y lloras a la vez;
yo penetro en los senos misteriosos
de tu alma de mujer.

¿Te ríes? … Algún día
sabrás, niña, por qué;
mientras tú sientes mucho y nada sabes,
yo, que no siento ya, todo lo sé.

(Gustavo Adolfo Bécquer - fonte)

Gustavo-Adolfo-Becquer-2


Gostou deste site? Ajude a mantê-lo no ar: Contribua.

Leia também:

Não perca nenhum post deste blog recebendo por e-mail:
Cadastre-se aqui gratuitamente.

Também divulgamos poemas sem erros nas redes sociais, junte-se a outros amantes da poesia:
Facebook | Twitter | Google+ | |

Fabio Rocha

facebooktwittergoogle pluslinkedin

Poeta nascido no Rio de Janeiro em 1976. Considerado um dos poetas brasileiros mais representativos da década de 2000, é autor de vários livros publicados gratuitamente em seu blog, cujos melhores poemas foram reunidos em Corte (Ibis Libris, 2004) e rio raso (Patuá, 2014). Mantém o bem sucedido site “A Magia da Poesia”, onde divulga a obra de grandes poetas. Seus poemas já foram selecionados para livros escolares, traduzidos para o russo, publicados em diversas revistas literárias, bem como na antologia Roteiro da Poesia Brasileira (Global, 2009). (saiba +)


Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>